casamento

Casamento ou Matrimonio?

casamento-1

Casamento ou Matrimonio?

O casamento uma cultura milenar, e onde ainda se discute vários pontos. E a que mais se evidencia é a união de Heteros,

ou seja, duas pessoas do sexo diferentes. E, é a que tem  o  reconhecimento da maioria das classes sociais e também dos governos.
É na verdade, inicialmente, um ato religioso e por que também não dizer social. Passando a ter uma relação interpessoal intima. Tornando-se um convívio perpetuado para a construção de um lar.
Em todos os países  procedem de formas e maneiras  diferentes, e no caso do Brasil. A finalidade maior além do contrato, diz-se que é uma instituição com profunda predominância religiosa.
Em quase tudo isso,  o casamento é regulado pelo CCB datado em 10 de janeiro de 2002 a partir do artigo 1/511.

Qual é a combinação do Amor

Ao se unir no enlace matrimonial as pessoas optam por varias razões, quer seja para dar transparência,

estabilidade econômica, procriação ou até mesmo para formar uma família com legitimação sexual.
Dentre essas e outras formas não podemos esquecer que também este inserido, o fato de se poder conquistar

direitos e nacionalidade.
O casamento é um ato tanto civil, como também religioso. Sendo este ministrado por pastor, padre ou um rabino.

Também pode ser feito por um juiz de casamento, que tem a qualificação de boda.
No âmbito de direito da-se o nome de cônjuge.

Quem Pode ser Alma Gemêa

Hoje a uma variedade muito grande no tocante da escolha de parceiro, pois existem vários

fatores culturais nessa seleção. Ela pode ser tanto individual, ou como uma decisão coletiva por

parte de seus familiares.

O que são Sociedades Conjugais

Quando partimos para estudos voltados a esses grupos,  na sociologia diz que é um sistema de

interação com outras pessoas. Que podem ser designadas como pessoas que compartilham e se

interagem. Tão comumente aceito, bastando apenas que sejam afiliados desses grupos.
Não podemos deixar de observar, que são normalmente limitadas as pessoas de grupos sociais e

em alguns casos a endogamia.

Podemos-nos observar que isso acontece em algumas classes e castas. Porem em outros grupos

haverá o exogamia.
Quem pertence a esses grupos são as totêmicas.  Esses estudos, seguem por vários caminhos, uma

deve se casar com seu primo, ou uma mulher com o filho da irmã do seu pai etc. e podemos dizer

que essa pratica da-se o nome de rastreamento de parentesco. Chamados de descendência patrilinear

ou matrilinear exatamente como o povo da África Akar

As Obrigações de Convívio

  • Levirato é o outro, onde as viúvas são obrigadas a se casar com o irmão do seu marido esse
  • grupo pertence ao chamado Clãs endogâmicos
    No tempo do império, havia algo que ainda acontece em alguma parte do nosso planeta,
  • que são os casamentos indicados ou arranjados.
    O que é um casamento arranjado é aqueles onde as famílias que são autoritárias designando
  • e incentivando as uniões entre as famílias independentemente da vontade dos escolhidos.
  • Por algum momento recorrem-se as casamenteiras profissionais e adequando para uma pessoa solteira.
  • Que também pode ser exercida pelos pais.
  • caucasoé  na Ásia central ate o  a Africa permanece o que eles chamam de sequestro da noiva
  • onde ela será levada por um homem, juntamente com seus amigos. E isso inclui a fuga mesmo
  • não existindo o ato sexual.
    Na guerra acontecia muito o rapto, onde os grupos de mulheres eram raptadas por grupos de
  • homens. Há um exemplo que foi o mais famoso Rapto da Sabinas onde foi dado como
  • esposas aos Romanos. Não podemos esquecer o Levirato, que é a obrigatoriedade do
  • casamento da viúva com o irmão do falecido marido.

Comprar a noiva ainda praticada na China e na India, onde o noivo se torna proprietário e podendo

até ser revendida tornando isso uma pratica normal.

Casamento Infantil

Espantamos-nos quando nos referimos aos casamentos infantis, que é muito comum na Ásia e

na África e também em outras partes, esses casamentos são forçados.
Podemos citar que países como Chade, , Bangladesh, Guiné, Moçambique,Mali,Burkina Faso,

Sudão do Sul e Malawi.

Em algumas aldeias da India o casamento infantil ainda é praticado de forma arranjada ate

mesmo antes de nascer, e hoje essa pratica se tornou ilegal depois da lei de restrição do

casamento infantil assinada em 1929.

Casamento homosexual

A negação aos casamentos de pessoas do mesmo sexo, tem-se o entendimento de discriminação

e isso hoje é reconhecido de forma mundial. No tocante a construção de família, nada impede

que a criança possa ser criada por pais do mesmo sexo, sendo inclusive apoiada por instituições

da sociedade.

Homo ou Hertero?

Sendo hoje esse assunto discutido de forma ampla e que já é de aceitabilidade, porem respeitando

também os direitos de cada grupo, tanto os heteros como os homo.

Os vários presidentes de países e tendo como foco o ex Presidente dos Estados Unidos

Barak Obama, anunciou abertamente o apoio ao casamento homossexual, passando a ser

o 1º presidente americano a concordar.

Diversificações e tipos de casamentos

Casamento Aberto

Normalmente se refere aos parceiros envolvidos que terão e poderão desfrutar de uma vida extraconjugal e que isso não será

de forma alguma uma traição ou infidelidade podendo fazer de forma juntas ou separadamente.

Apesar de se extraconjugais, há também vários estilos de casamentos abertos, onde os níveis de liberdade ou ate mesmo os

controles sobre a vida plena sexual, e isso normalmente é discutido entre eles pois não há padrões.

História

Casamento Aberto não tem onde se obter dados precisos de como surgiu, porem os pesquisadores partem de dados

para descreverem essa liberdade entre os cônjuges.

Depois de algum tempo NENA O`NEIL e GEORGE O`NEIL no ano de 1972, publicaram seu livro “ Casamento Aberto”

onde concebiam que cada parceiro teriam a liberdade de desenvolver da forma que desejassem.

Apesar das varias formas de dissertar sobre o assunto dentro do livro, esse assunto passou a ter conceitos e acabaram por

entrar na consciência cultural. “E o termo “Casamento Aberto” passou a ser não-monogâmicos, porém não se deve confundir

com poligamia. No ano de 1977, NENA O`NEIL com a publicação de “ a Premissa do casamento”, onde defendia a

fidelidade sexual. O conceito de casamento a partir daí passou a ter vida própria.

Atualmente há casais que não aderem ao casamento formal e passam para o sexualmente

aberto ou fechado que podem ser trio ou grupos maiores.

Consistência ou não de casamentos abertos

Muito se diz quanto ao assunto dos casamentos aberto, se há ou não uma freqüência, porem dados não precisos, mostram

que numa variável entre 2% à 6% tenham aderido ao casamento aberto.

Por vezes, pessoas dizem que tem um casamento aberto, só que sem a permissão do parceiro outras podem até concordar,

mas que nunca praticaram. E há uma vasta lista de situações dentro desse conceito. Porém quando o sexo é praticado sem

o consentimento do outro passa a ser traição.

E os Estilos, Quais são

  • Poliamorista – são casais que enfatizam amor e o envolvimento emocional.
  • Swing – são casais que tem por preferência e satisfação sexual e amizades coloridas.

Apesar dessas “chamadas” liberdades de convívio de casamentos muito deles tem, ou convivem de alguns ou vários  problemas. 

O convívio social é um deles ou talvez o maior, o outro é administrar o ciúme principalmente os iniciantes.

Socialização, porque

Apesar de todas as liberdades dadas, as pessoas anda desaprovam qualquer atividade extra casamento.

A pouca reprovação que possam existir nos casamentos abertos se dá por desconhecimento. E há nesse ínterim as

opiniões religiosas, morais ou psicológicas e por que não dizer as patológicas.

Devido as pressões dessa natureza, algum casal tem a tendência de esconder essa opção de todos: família, amigos e ate

mesmo dos colegas, limitando muito e podendo perder alguns direitos governamentais de assistência, em alguns países.

Manutenção

Tudo é muito difícil, e não seria esse o último da linha. Portanto em uma relação aberta vários pontos são altamente questionados.

Para alguns podem afirmar que esse tipo de relacionamento melhorou em todos os níveis e o grau de satisfação é duradouro.

Outros retornam a monogamia embora achem que o casamento aberto é valido e para outros grupos foi o inicio da separação.

Relacionamento aberto requer bastante atenção, regras e manutenção.

Administração

O ciúme é o potencializado para quem tem um casamento aberto, e isso às vezes sim e às vezes não podem ser facilmente administrados,

mas não com total segurança.

Transforma o ciúme em algo positivo, não é de todo fácil, e para isso a regra tem que ser muito bem definida para não incorrer em erros.

Um livro que retrata muito bem de um casamento aberto é “ A outra vida de Catherine M.”

As Regras Gerais

Os casais comprometidos no casamento abeto tem por característica principal as regras pré estabelecidas e que são definidas

exclusivamente pelo casal. Essas regras são necessárias para que não haja conflitos, sempre observando os seus comportamentos

de forma coordenados. Basicamente anda em termos gerais e universalmente a uma cultura particular.

A maioria dos casais monogâmica não aceita e trata isso como atos de infidelidade a pratica de ato sexual com terceiros, no entanto

os casais de casamentos abertos não aceitam os comportamentos que podem gerar os ciúmes. Alguns deles citam, por exemplo, se

relacionar com amigos em comum.

As Questões Legais

Ter sexo ou mesmo manter sexo extraconjugal é atitudes relativamente consideradas na maioria dos países como adultério,

independentemente da escolha do casal. E o maior entendimento quanto a esse procedimento é que adultério não é a mesma

coisa que poligamia, e que é formalmente reconhecida.

 

Join The Discussion